Case Máscaras semifaciais Dura Plus


Foi detectado que o consumidor no autosserviço não conseguia escolher com clareza para qual atividade determinada máscara era adequada. O mercado estava cheio de classificações técnicas tipo PFF-1, PFF-2... para os diferentes tipos de máscaras.
Percebeu-se então a necessidade de chamar a atenção dos consumidores de máscaras semifaciais para as principais área de utilização. Para tanto foi criado uma série de embalagens destacando as principais áreas de utilização das máscaras, a ver: Pintura, Lixamento, Agricultura e Poeiras incômodas.

O resultado foi um sucesso. A comunicação das embalagens focadas nas necessidades dos consumidores foi exatamente de encontro com o que o consumidor espera da embalagem e do produto.